Sugestões para recuperação de vários lugares de estacionamento para moradores no Areeiro [Actualização]

 

Enviada à CML:

“Nº 26: reserva de lugares para os CTTs: Não faz sentido que esta reserva se aplique aos fins-de-semana e feriados e aos períodos fora da hora laboral. Ademais, os próprios CTTs não usam estas reservas já que os seus veículos são frequentemente vistos parados junto à Estação na Avenida de Roma.
Nº 15 (Clinialba): sinal de C16 para ambulâncias, mas estas aqui, simplesmente, nunca foram vistas, sendo o lugar quase sempre ocupado por funcionários da própria clinica.
Nº 5: CCFL: não existe uma paragem de autocarros da Carris neste local nem nas imediações.
Bairro dos Actores: Existem lugares reservados para a estação dos CTT que não são utilizados ao fim-de-semana e fora de horas normais de expediente. Sendo esta uma zona em que existe uma grande carência de estacionamento estes lugares poderiam ser libertados à noite e fins-de-semana/feriados.
Praça Afrânio Peixoto: 1,2,3 e 7: revisão das marcações de estacionamento no solo por forma a optimizá-las e recuperar assim alguns lugares de estacionamento.
Rua Agostinho Lourenço: Existe, frente à loja de motos Triumph uma marcação abusiva feita por particular em antiga garagem e usada como expansão de montra à custa de 2 lugares de estacionamento assim sonegados a moradores
No total, com estas propostas, estimamos recuperar entre 10 a 12 lugares de estacionamento para moradores.
Os Subscritores requerem assim à CML que reveja o estatuto e necessidade destas proibições (C16) de estacionamento e que reequacione a sua devolução à comunidade de residentes como lugares de estacionamento.
Subscrevem:
Rui Martins
Susana Maria
Luisa Pico Costa
Nuno Dinis Cortiços
Ana Paula Araújo
Luis Seguro
Elisabete Carvalho
Teresa Maria Braga Abecasis
Cristina Azambuja
Né Parada Ramos
Alexandre Silva
Emilio Santos Pinto
Ana Monteiro
Fernanda Cunha
Pedro Pinto
Sofia Pinheiro
Miguel Peixoto
José Vieira Mesquita
Margarida Braz Pinto Coimbra
Maria João Morgado
Cristina Leitao
António Luís
Anabela Nunes
Pedro Gomez
Belicha Geraldes
Manuela Viegas
Mira de Lacerda
Duarte Amado
Maria Saraiva
Graça Moutinho
Maria Martins da Silva
Isabel Gameiro
Celestina Costa
Filipa Ramalho Rickens
Mariana Bettencourt
Cecília Gonçalves Bastos
Elvina Maria Reis Rosa
Jorge Oliveira
Eugenia Lopes
João J Martins
Teresa Sarmento
Paulo Santos Costa
Maria Georgina Carreira Reis
Teresa Raposo
Isabel Tomas Rodrigo
Leonilde Ferreira Viegas
Lita Fernandes
Jorge Martins
Tiago Santos
Marta Campos
John Burney
Sandra Henriques
Maria Pissarra
Rita Martinez
Elsa Santos Alípio
Mafalda Alegria
Suzete Reis
Mary Millicent
Alexandra Barreto
Isabel Reis
Inês Pina Cabral
Rosa Branca Graça
Candida Pinto
Pedro Costa Pinto
Cris Milagre
Maria Nicolau de Almeida
Isabel Primoroso
Maria Helena Tavares Dias
Quanto à situação da reserva abusiva de lugares por parte de uma loja na Rua Agostinho Lourenço responde a Polícia Municipal:
“Relativamente ao assunto em epígrafe, encarrega-me o Exmo. Senhor Comandante da Policia Municipal de acusar a recepção do email enviado, o qual mereceu o melhor acolhimento, sendo alvo de apreciação e informar V.ª Ex.ª que esta Policia deslocou-se ao local referido na denúncia, constatando que os motociclos encontram-se estacionados em espinha e em local gerido e fiscalizado pela Emel conforme fotos do denunciante. 
Quanto aos lugares que o denunciante alega que foram sonegados aos moradores, foi a Emel que procedeu há sua marcação.
Acresce referir que nas imediações não existe qualquer parque de motociclos, o que seria de todo conveniente a criação de um, uma vez que nesta artéria existem três stands de motos, o que faz um grande volume de motos estacionadas em todos os locais, assim destes factos neste paragrafo vai-se dar conhecimento do DMMT/CML.”
A resposta da PM não alude, contudo, ao facto deste “estacionamento” ser usado como extensão de montra por um estabelecimento comercial, razão pela qual a tornámos a questionar sobre este assunto.
Resposta da CML de 10.07.2017:
“No seguimento do seu e-mail de 6 de maio, que nos foi remetido pela Polícia Municipal e que mereceu a nossa melhor atenção, cumpre-nos informar que a Câmara Municipal de Lisboa tem vindo a acompanhar a crescente procura na utilização de motociclos na cidade de Lisboa, tendo efetuado um levantamento das zonas onde se verifica a necessidade da criação ou expansão de parques de motos.Com efeito, este estudo considerou várias fases de intervenção, tendo incidido, numa 1ª e 2ª fase na zona envolvente ao Eixo Central e na Baixa, que prevê o aumento de 764 lugares para motos, numa 3ª fase o aumento de 242 lugares nas freguesias de Campolide e Campo de Ourique e numa 4ª fase o aumento de 389 lugares nas freguesias do Areeiro, Arroios e Santa Maria Maior.
Informamos ainda que a criação de lugares de estacionamento na rua Agostinho Lourenço será efetuada na altura da implementação da respetiva zona.”

Anúncios

One thought on “Sugestões para recuperação de vários lugares de estacionamento para moradores no Areeiro [Actualização]

  1. Não sabia que a Polícia Municipal dá opiniões sobre os lugares de estacionamento. Acha, a dita Polícia que devia haver um Parque do motociclos por na R existirem três stands?
    Não consigo deixar de ficar ESTARRECIDA com os erros de português e de ortografia
    ” Foi a Emel que procedeu HÁ sua marcação” ..
    Não há … de motociclos ..”.O QUE .” ? seria de todo conveniente a criação de um….
    Então os stands têm de ter lugares de motociclos nas ruas porquê? è para ios visitantes ? o é para os moradores da dita Rua?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s