Resposta de Cátia Mendes (1ª Subscritora da “Petição Rua Xavier Cordeiro”) à intervenção do Presidente da Junta de Freguesia do Areeiro na Assembleia Municipal de Fevereiro de 2017

screen-shot-01-25-17-at-01-19-pm

Sobre as intervenções sobre a recomendação 10/133 do PEV na reunião da AM de Fevereiro: https://youtu.be/jYhcuOQEhL4?t=6713; Indico os tempos no vídeo em que ocorrem.

1:09:30 – intervenção do PEV (deputada Cláudia Madeira) a apresentar a recomendação
1:33:30 – intervenção do CDS-PP (deputada Maria Luísa Aldim) a reforçar a questão da Xavier Cordeiro ser agora uma escapatória à Av. do México
1:51:45 – intervenção do PSD (deputado Fernando Brancaamp), presidente da Junta de freguesia do Areeiro, a discordar da recomendação.
2:43:40 – votação da recomendação pelos deputados da AM com o seguinte resultado:
Favor: PS/ PCP/ BE/ CDS-PP/ PEV/ PAN/ PNPN/ 6 independentes
Contra: PSD
Abstenção: MPT

Transcrição (parcial) da intervenção do presidente da Junta, feita pelo Rui Martins:

“não era verdade e era um lapso, com certeza, de memória da vossa parte que a Rua Xavier Cordeiro antes tivesse só apenas um sentido. A Rua Xavier Cordeiro antigamente tinha dois sentidos só que numa área parcial, ou seja, não era na totalidade da via, mas tinha dois sentidos. E o espírito do autor do projecto, e o vereador Manuel Salgado poderá corrigir, era que o Bairro do Arco do Cego tivesse na sua zona periférica duas vias que pudessem ser atravessadas completamente nos dois sentidos para evitar a entrada e saída do Bairro. E por essas vias, as pessoas entravam pelo local certo para se deslocar para o interior do Bairro, e penso que foi conseguido. (…) Eventualmente, se a Rua Xavier Cordeiro só tivesse um sentido tínhamos que andar a circular o Bairro num sentido oposto, andando por dentro do Bairro. Assim [como está]parece-me correcto. Não é preciso andar a largar passeios pois um dos lados da via é as traseiras da Avenida do México que só tem as entradas de garagem para edifícios de habitação. E quanto às lombas, isso era uma hipótese que poderia ser sempre colocada, mas de qualquer forma não é correcto porque como sabem as lombas provocam ruído e ao provocar ruído teríamos depois os moradores a reclamar do ruído que as lombas produzem. Posto isto, penso que era de rever o conteúdo desta Recomendação que não recomendo a ninguém”

Os meus comentários/reflexões quanto à intervenção do presidente da Junta:

– A questão dos sentidos de trânsito que a rua tinha ou não tinha antes é irrelevante. O relevante é a situação actual, que foi causada pela intervenção, e como a resolver;

– Quanto ao objectivo de a reordenação da circulação na Xavier Cordeiro “evitar a entrada e saída do Bairro”, o resultado foi precisamente o contrário, pelo que a recomendação faz todo o sentido.

– Quanto à questão de um dos lados da rua servir só de acesso de garagens, é parcialmente correcto. Existem nesse lado da rua dois edifícios de habitação, apenas se encontram actualmente desocupados. O lado da rua onde existem habitações ocupadas beneficiaria do alargamento desse passeio. E a rua será com certeza usada pelos outros habitantes do bairro do Arco do Cego.

– Quanto à questão das lombas: a recomendação não menciona lombas, mas sim medidas de acalmia de tráfego. Mesmo que se opte por lombas, se os carros passarem por cima das lombas a 20 km/h, farão com certeza menos ruído do que actualmente a circularem a 40-50 km/h.”

Cátia Mendes

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s