Sugestão à CML para Sistema de Recolha de Resíduos Urbanos

O sistema de recolha de resíduos urbanos “Recolha Seletiva Porta a Porta” embora funcione na maioria dos casos não responde às necessidades dos moradores com dificuldades de locomoção e, consequentemente, acaba sendo a origem do fenómeno “saco de lixo em candeeiro e nas caldeiras de árvores” que se começa a generalizar em alguns arruamentos lisboetas e, em particular, na Avenida de Roma e na Avenida João XXI, com impacto para a Saúde Pública, ineficiência nos sistemas de recolha de resíduos das Juntas e da CML e uma degradação da qualidade da vivência e usufruto do espaço público.

Apelamos assim a que a CML determine um sistema alternativo de recolha capaz de integrar estes cidadãos no “Recolha Seletiva Porta a Porta”, quer através da instalação de contentores com separação de lixo mas de reduzidas dimensões na residência dos cidadãos que façam prova das suas dificuldades de locomoção, quer através do estabelecimento de parcerias com entidades externas (ONGs, Associações, Empresas e Condomínios) que cumpram este propósito através de formas alternativas.”

Subscrevem:
Rui Martins
Clara Ribeiro
Ana Mónica
José Vieira Mesquita
Jorge Oliveira
Manuela Melo
Maria Georgina Carreira Reis
Ines Domingos
Teresa Raposo
Luis Seguro
Vasco Ribeiro
Ana Monteiro
Fernanda Maria Gouveia
José B. Leal
Filipa Ramalho Rickens
Luz Cano Pinto Santos
Isabel Duarte Ferreira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s